terça-feira, 13 de setembro de 2016

Hotel IBIS Schiphol AMSTERDAM Airport, Holanda:


Na primeira metade da viagem à Holanda, não pretendíamos visitar Amsterdam, e sim as cidades do interior. Assim, nos pareceu muito adequado nos hospedarmos no Hotel Ibis Aeroporto Amsterdam, que ficava a apenas 9 minutos de ônibus do Schiphol Airport. 

Outro aspecto que pesou (e muito) foi o custo significativamente mais baixo que as unidades localizadas em Amsterdam. Com essa decisão, entretanto, tivemos impacto negativo no quesito tempo, uma vez que para conhecermos as cidades do interior da Holanda todos os dias tínhamos que seguir a seguinte rota: ônibus Ibis – aeroporto, aeroporto – estação central de Amsterdam, estação central – outras cidades.

Schiphol Airport Amsterdam - Aeroporto de Amsterdam
Entrada principal do Aeroporto Schiphol de Amsterdam: o ponto de onde parte o ônibus para os hoteis fica do lado esquerdo da foto

Ponto de ônibus para o Ibis no Schiphol Airport, aeroporto de Amsterdam
O ponto de onde parte o ônibus para o Ibis
Eu gosto muito de me hospedar no Ibis, pois, como já afirmei inúmeras vezes, oferece um bom custo/benefício e a certeza de saber o que vou encontrar, sem me preocupar com surpresas desagradáveis. Uma boa noite de sono é fundamental para o sucesso de minhas explorações pelas cidades.

Saindo do aeroporto, o Ibis oferece ônibus gratuito, todos os dias, com frequência regular, das 05 AM às 01 AM, para o hotel. Ele está cheio na maioria das vezes, mas funciona muito bem.

O ponto fica ao lado direito da saída principal de Schiphol. Uma placa indica a localização exata. No hotel é bom pedir o papel contendo os horários de partida e de chegada. 

Temos que ficar atentos, pois o mesmo ônibus para em diferentes hoteis da rede Accor como está escrito na placa: Novotel, Mercure, Ibis Budget e o Ibis. 

Recepção do Ibis Hotel
A recepção do Ibis e nossas bagagens

O quarto de casal do Ibis

O banheiro do Ibis

O banheiro do Ibis 

Vista de nosso quarto no Ibis
O check-in foi simpático e eficiente. O quarto segue o padrão e quase me sinto em casa quando estou nele: cama ampla, bancada, pequeno sofá de apoio, cabides, travesseiros fofinhos e wi-fi gratuito.

No banheiro, chuveiro estilo europeu que permite regulagem de altura, secador de cabelo, sabonete líquido no box e na pia. A água da torneira é potável. Café da manhã não incluído na diária, mas o hotel oferece esta opção: buffet livre por cerca de 15 euros.

A ampla área comum do Ibis

Sanduíche comprado nas máquinas do saguão do Ibis: opção mais barata de café da manhã
No saguão há máquinas de sanduíches e café, o que foi uma ótima (e mais barata) alternativa para nosso café da manhã. 

Aliás, a parte comum do Ibis Aeroporto é mais ampla do que a maioria das unidades da rede que tenho me hospedado por aí: tem loja de souvenires, restaurantes, bar, amplo salão com cadeiras e mesas. Oferece também academia de ginástica. 

Um dos restaurantes do Ibis: pão preto com manteiga temperada como entrada

Um dos restaurantes do Ibis: lasanha vegetariana

Um dos restaurantes do Ibis
Chegamos à noite, exaustos e por isso resolvemos jantar no hotel: o cardápio era bem variado com opções de carnes, massas, frango e salmão, em torno dos 20 euros, cada.

Eu optei por uma lasanha vegetariana (15 euros + 10% de gorjeta) que estava muito gostosa. De entrada (gratuita) um delicioso pão preto com manteiga temperada.