quinta-feira, 16 de março de 2017

Cooperativa ARTÍSTICA ÁRVORE, arte e GASTRONOMIA em um só LUGAR, PORTO, Portugal:

O que fazer no Porto, Portugal

Descemos pela Rua Doutor Antonio de Sousa Macedo, quase em frente à Igreja de São José das Taipas até a Rua Azevedo de Albuquerque. Lá chegando, nos deparamos com uma casa em formato retangular, muito bem conservada, pintada de um amarelo alaranjado.

No topo da entrada principal havia um brasão e nas laterais dela janelas com grades vermelhas. A porta estava aberta e curiosos que somos, entramos para descobrir o que era aquele lugar.

A casa amarela é A Árvore – Cooperativa de Actividades Artísticas, uma cooperativa cultural privada de utilidade pública:

“... fundada em 1963 por artistas, escritores, arquitectos e intelectuais interessados em criar novas condições para a produção e difusão cultural, de forma livre e independente, que assim concretizaram um sonho e uma ambição com o amor com que sempre se tentam os sonhos.

Este grupo deu vida a uma instituição que apesar dos sobressaltos e inevitáveis incidentes de percurso se afirma hoje, com 52 anos de existência, uma Árvore com raízes bem firmes e a vastidão das suas frondes, ultrapassam de longe a ambição e o sonho dos seus fundadores”.

O prédio é uma bela estrutura do século XVIII, mandado construir por José Pinto de Meireles e que nos proporciona ainda uma aprazível vista da parte baixa do Porto.

Havíamos descoberto um lugar precioso. Visitamos a loja que era pura poesia com suas louças diversas, artesanatos variados como pequenas esculturas, azulejos decorativos e gravuras, além de livros sobre arte. Infelizmente a Galeria de Arte estava fechada: pareceu-me que estavam montando uma exposição. 

O que fazer no Porto, Portugal
Vista proporcionada pelo Restaurante Árvore que funciona na Cooperativa Árvore

O que fazer no Porto, Portugal
 Restaurante Árvore que funciona na Cooperativa Árvore - área externa
Para aproveitar mais a atmosfera local, cujo aroma artístico estava impregnado por todos os lados, resolvemos almoçar ali mesmo, na Cooperativa, no Restaurante Árvore.

O espaço é lindo, detentor de área interna e externa, com o pátio nos presenteando com uma deleitante vista carregada de variado verde, típico da natureza, além de ser paramentado com muitas árvores, tornando o ambiente agradabilíssimo! Almoçamos na namoradeira, o que deu ainda mais charme e romantismo ao nosso almoço.

Os donos são um casal: ela, uma moça bonita e simpática, nascida na Bahia, mas criada em São Paulo, fez com que nos sentíssemos em casa. Ele, um português que tentou, mas não se adaptou à vida paulistana, igualmente amistoso, conversou um pouco conosco. A mistura dos dois deu liga: um restaurante super charmoso e uma filhota fofa. 

Pelo que pude perceber das conversas e atitudes das mesas em nosso entorno, a maioria absoluta dos comensais era de locais habituados a frequentar o Restaurante Árvore. Entendemos facilmente a razão. 

O que fazer no Porto, Portugal
 Restaurante Árvore que funciona na Cooperativa Árvore

O que fazer no Porto, Portugal
Couvert: pão, azeitonas e azeite

O que fazer no Porto, Portugal
Entrada: moela para Léo e sopa de abóbora para mim

O que fazer no Porto, Portugal
Entrada: sopa de abóbora e taça de vinho para acompanhar

O que fazer no Porto, Portugal
Prato Principal - Borrego para Léo e Bacalhau para mim

O que fazer no Porto, Portugal
O bacalhau à Brás com batatas fritas
A comida estava ótima! Optamos pelo menu executivo (8,50 euros) que incluía couvert (pão, azeitonas e azeite), entrada (creme de abóbora ou moela), prato principal (bacalhau à Brás ou borrego com cuscuz), uma bebida e café. A cada dia eles mudam o cardápio.

Léo e eu fizemos escolhas diferentes para a entrada e prato principal e assim atestamos que tudo estava saboroso e as porções foram fartas. Além do que, cada um de nós tomou uma taça de vinho. 

Afirmo que essa foi uma refeição marcante e inesquecível. Se um dia voltar ao Porto (espero de coração que isso aconteça) almoçarei no Árvore novamente, com certeza!